Categoria: Histórias da Moda

O vestido de casamento ou vestido de noiva é o vestuário usado por uma noiva durante uma cerimônia de casamento.

A cor e o estilo normalmente dependem da cultura e da religião dos participantes do casamento.

O véu

O véu é um acessório feito de tecido leve, utilizado pelas mulheres, geralmente, por cima dos cabelos.

Tem o significado de separar a mulher da vida de solteira para uma nova vida, a de casada.

Existem muitos registros do uso do véu na antiguidade, vários povos tinham o costume de utilizá-lo e cada um com seu significado.

Origem

O uso do véu esteve presente na cultura oriental ,era associado a Ishtar,a Deusa do Amor .

Teria sido a primeira representante feminina a usar o véu,que fazia uma ligação a fertilidade e sedução,não demorando a ser um costume usado por mulheres mortais dos povos da Babilônia e Mesopotâmia,chegando depois aos gregos.

Na Grécia Antiga, o véu era usado como parte da veste feminina da nobreza, a protegendo de males naturais como o sol,vento e insetos.

Durante a cerimônia de casamento, a noiva fazia questão do uso do véu por uma questão cultural,acreditando que estaria protegida de maus espíritos, infortúnios e possíveis admiradores.

A noiva romana rica, usava o Flammeum,um véu da cabeça aos pés com o mesmo intuito de protege-la .

 

A mitologia greco-romana liga o uso do véu à Deusa Vesta, da honestidade, protetora do lar e defensora da família.

vestido noiva

Noiva Grega

Cores tradicionais do véu de noiva

O azul era uma cor muito utilizada para o véu ou em algum detalhe de acessório, pois além de simbolizar a tranqüilidade, o espírito, a paz e o equilíbrio, as moças acreditavam que a cor iria cortar a inveja das moças solteiras.

Diversas cores e formas de véu foram usadas, principalmente o vermelho, até chegar a tradição do branco.

Na Grécia sua cor era amarelo, que simbolizava alegria e luz.

O véu que cobria toda a noiva nobre de Roma era de linho e cor púrpura,decorado com fios de ouro e prata.

A cor branca, na antiguidade, já estava relacionada a pureza, porém o uso dos trajes matrimoniais brancos é atribuído à Rainha Vitória, da Inglaterra, no século XIX, que casou-se com vestido e véu desta cor e sem coroa, tornando, este, um episódio inédito.

O significado bíblico e cristão do uso do véu

Segundo a bíblia, o véu significa a honra e a dignidade das mulheres (Cant 4:1), sendo, também, considerado sinal da subordinação da mulher ao marido.

No cristianismo, Jesus e a igreja formam um corpo, do qual Cristo é a cabeça e a igreja dobra o joelho perante sua majestade.

O mesmo acontece no casamento, o casal é uma só carne, no qual o homem é a cabeça e a mulher é criada para o homem.

Como a igreja está sujeita a Cristo, a mulher está sujeita ao marido (Ef 5:22-25) e deve trazer um símbolo de sua honra, no caso o véu.

O véu também aparece nas representações de Maria, mãe de Jesus.

Na igreja católica o uso do véu era comum antes da década de 1960, mas atualmente seu uso já não mais é obrigatório, sendo utilizado em algumas cerimônias, principalmente no casamento.

Costume influenciado pelo uso do véu no tempo de Cristo.

Modelos modernos de véu de noiva

  • Véu catedral: véu formal, medindo 12 centímetros a mais do comprimento da cauda do vestido.
  • Véu ponta do dedo: o comprimento vai até a ponta do dedo da noiva.
  • Véu cotovelo: o comprimento vai até o cotovelo da noiva.
  • Véu ombro: véu curto tem seu comprimento até os ombros.

vestido noiva2

Tecido

Tule

O véu normalmente é confeccionado em tule, é um tecido leve e transparente, dando movimento ao acessório. No século dezenove foram datados os primeiros véus de tule de seda.

Renda

É mais pesada que o tule, porém aparenta nobreza, principalmente quando são aplicados strass, cristais e miçangas.

Antigamente não importava o tecido, com tanto que o véu da noiva fosse transparente, achava-se que ele daria defesa mágica à noiva devido a sua natureza santificada.

Fonte: wikipedia.org

Ao longo da história, o vestido de noiva foi experimentando diversas formas, cores e feitios.

Na Roma antiga, os vestidos de noiva eram um elemento central no ritual religioso e no Egipto o branco era a cor base de quase todas as cerimónias.

Na idade média, os bordados predominavam nos vestidos de casamento da nobreza.

No entanto, foi a partir do século XIX que os vestidos de noiva ganharam significado e simbolismo.

O branco foi impulsionado pela Rainha Vitória como nova tendência, embora só se tenha popularizado a partir do século XX.

A tradição do vestido de noiva branco começou no século XIX quando a rainha Vitória escolheu um modelo de cetim branco debruado de flores de laranjeira.

A tendência espalhou-se rapidamente pela nobreza e pelas mulheres de classe alta.

No entanto, a maioria ainda preferia vestidos coloridos, que poderiam ser usados noutras ocasiões.

Somente na década de 20 o vestido de noiva passou a ter a conotação que conhecemos hoje e o branco passou a ser a cor padrão.

Ironicamente, esse foi o período que as mulheres começaram a lutar por direitos iguais e a moda sofreu mudanças drásticas, mas a peça tornou-se símbolo da pureza e do ideal romântico do casamento.

Até hoje, todos os convidados querem saber como a noiva está vestida e quem criou o seu vestido.

Durante décadas, os desfiles de alta-costura terminavam com apresentação de vestidos de noiva e este era sempre o ponto alto.

Fonte: casamentoclick.com

Toda mulher é louca para casar com vestido branco, véu e grinalda… mas sabem de onde vem e por que existe essa tradição?

Na Europa, no período da Idade Média, o casamento passou a ser considerado um sacramento religioso.

Essa decisão foi tomada para que as famílias garantissem e aumentassem seus patrimônios, principalmente por estarem vivendo em época de invasões bárbaras.

O vestido de noiva surgiu com a função de mostrar à sociedade que a família da noiva possui muitos bens, ou seja, veio como uma simbologia de poder e função social.

Logo quando surgiu, o vestido de noiva era vermelho, bastante bordado e o véu branco como acessório.

O vermelho representava a capacidade da mulher gerar mais guerreiros (devido às guerras), e o branco para representar sua castidade.

Vestido vermelho e véu branco

Para a classe burguesa o casamento também representava a união de patrimônios entre as famílias, mas a cor do vestido era verde, símbolo da fertilidade.

Vestido verde

Quando chega o Renascimento, as apresentações das noivas passaram a ser cada vez mais luxuosas.

Os vestidos eram de veludo, brocado, com o brasão da família.

A cor era de acordo com a casa a qual estava se tornando parte.

A tiara passou a ser acessório obrigatório e, é ela a ancestral da grinalda.

No fim do Renascimento, o preto passa a ser considerado uma cor correta a ser usada publicamente.

Várias noivas adotam este estilo.

Vestido preto

No período do Rococó, as noivas se casavam com tecidos brilhantes, bordados com pedrarias, babados de renda nas mangas, decotes e cores apasteladas, lilás, pêssego e verde malta.

Esses modelos foram adotados tantos pelas noivas ricas quanto pobres.

Na cabeça era elegante colocar uma peruca com o pouf de sentimento, onde as pessoas colocavam cupido, foto do noivo, frutas para simbolizar a abundância no novo lar.

Vestido rococó

Pouf de sentimento

Na Revolução Francesa o estilo luxuoso é deixado de lado para dar lugar aos vestidos mais simples, como forma de valorizar a pureza de caráter.

Surge também o véu branco e transparente, tecidos de linho, lã e opaco.

Josefina, esposa de Napoleão, divulgou a moda do vestido branco pelo Império e, a partir daí, a cor se tornou símbolo definitivo para casamentos.

Em 1854, as noivas agregam como acessório para as mãos um terço ou um livro de orações como forma de expressar sua religiosidade.

Depois da segunda metade do século XIX, o buquê passa a ser o acessório oficial para as mãos, por representar paixão. No Iluminismo o vestido branco além de simbolizar pureza e castidade, simboliza luz.

Véu transparente

Na década de 60, os vestidos tubinho e mini saia chegam com tudo. Uma super referência foi o vestido de Brigitte Bardot.

Nos anos 80, as mulheres resolvem reacender toda a tradição do casamento e começam a usar vestidos estilo princesas. Uma ótima referência é o vestido de casamento da princesa Lady Diana.

Hoje, existem os mais variados modelos de vestidos de noivas, o que usar ou não vai depender somente da noiva.

Fonte: ideasposa.com.br

0
0
0
s2smodern