Uma jóia era utilizada normalmente como fonte de beleza, desde cedo as jóias tiveram a capacidade de fascinar os seres humanos, os homens primitivos faziam amuletos que serviam para ornamentar e ao mesmo tempo dar sorte.

Hoje em dia existe uma grande variedade de acessórios feitos dos mais diferentes materias , nas mais diferentes texturas, formas, com pedras preciosas, em madeira, cerâmica, vidro, esmalte, conchas, estes acessórios permitem dar brilho a determinada roupa, desde que se saiba como os utilizar:


Jóia certa para cada tipo de decote:

- Decote drapeado:

Prefira os colares simples.


- Decote reto:

Use gargantilhas coladas ao pescoço.

- Decote em V:

Colares com muitas voltas.

- Decote de um ombro:

Prefira usar uns brinco mais chamativos ou então uma pulseira, os colares não são aconselhados neste tipo de decote.

Regras




Se utilizar simultaneamente colar e brincos tenha atenção para que eles combinem. Se usar um colar XL não use brincos
Se tiver o peito grande, use colares colados ao pescoço, para evitar evidenciar ainda mais essa zona. O contrário serve para as pessoas com peito pequeno, neste caso pode abusar no tamanho.

Fonte: www.espacomulher.org

Mais dicas sobre colares

Colares, escapulários, gargantilhas e relicários funcionam sempre como um poderoso acessório, seja para uma produção diurna ou para um look ousado para a noite. Não existe uma regata ou camisa básica que não fiquem um charme se usadas com um belo colar.

Para uma festa à noite você pode e deve enfeitar seu colo com brilho e glamour.No entanto, para que colares ou cordões ajudem as nossas produções é preciso ter cuidado com algumas regras e dicas:

Para as mais baixas: tenham preferências por colares mais cleans, ou seja, mais limpos, com menos pingentes ou menos balangandãs.

Para as altas: cuidado com os colares curtos demais.
Para as de pouco pescoço: os colares mais grossos e coloridos e as gargantilhas tendem a acentuar o pouco pescoço. Escolha os mais discretos e compridos.
Para as de pescoço fino e longo: correntes e gargantilhas ficam muito bem.
Para as que estão acima do peso: use correntes ou colares longos. O comprimento não deve ultrapassar a altura da cintura.
Para as mais clássicas: pérolas.
Além do seu tipo físico, preste atenção na composição do decote com o colar.
Colar imponente só combina com brincos pequenos.
As correntes nunca saem de moda, mas não exagere. Muitas correntes achatam a silhueta e você corre o risco de ficar cafona.
Roupas de tecidos leves e cores discretas ?suportam? colares mais volumosos.
Cordões pequenos e médios combinam perfeitamente com trajes esportivos e roupas decotadas.
Para as com muito busto: colares próximos do pescoço ou correntes longas.
Para as com pouco busto: não tenha medo dos colares vistosos e coloridos.

Fonte:
oficinadamoda.wordpress.com
0
0
0
s2smodern